11 de jul de 2010

Em um domingo, cansada após trabalho, com dor de cabeça, a única coisa que eu queria era ir para casa, tomar um banho e cama!
Foi aí que eu passei na frente de um bar e vi quatro amigas sentadas jogando conversa fora. Nesse momento, minha vontade foi ir pra casa de Porto Alegre!!! Saco...


Todo mundo me avisou que ia ser difícil enfrentar as barreiras culturais, entender os diferentes sotaques, adaptar-se à comida e à rotina, mas ninguém me avisou que ia ser tão difícil ficar longe das amigas.
As de verdade, aquelas pra toda hora, pra todos os dias...
Aquelas de ficar horas no telefone, ou de enviar sms de graça, (afinal, amigas compram seus celulares na mesma operadora).
Ninguém me avisou que seria tão difícil querer se expressar com alguém e não conseguir, pelo simples fato de querer dividir certos momentos com velhas amigas, as amigas de sempre, para sempre...

Nenhum comentário: