30 de set de 2010

como é bom estar em casa
sair para almoçar com a mãe
entrar no salão linda e sair deslumbrante
cabelos e unhas da moda
e não se preocupar em lavar a louça por 24 dias

que vida fácil!

28 de set de 2010


dizem que quem tira os dentes sisos perde o juízo
pois hoje confesso que me tornei desajuizada,
sem os dois últimos suplicios, digo, dentes siso
que venha a fada do dente e me deixe muito dinheiro
seja lá em euros ou reais
o importante é que seja bastante
afinal eles eram enormes, assustanto até mesmo a dentista
e me apego de que o desjuízo será proporcional
e além do sofrimento, tem que me render algo de bom
nem que seja um sorriso sem dores e pontos

Brasil, finalmente!


Quem diria que três meses passariam tão rápido. Trabalhando o tempo todo, economizando para renovar visto e agora cá estou, em casa, curtindo colo de mamãe e o carinho de todos os amigos.

Comecei a procurar coisas diferentes por aqui, na minha amada Porto Alegre, e veio a (meia)decepção... Nada diferente! As lojas, os restaurantes, as casas noturnas, tudo lá, no mesmo lugar, como deixei... As avenidas, os mesmos buracos, o mesmo caos. Claro, não vou chutar o balde e generalizar, mas pouca coisa mudou, menos ainda para melhor.

Esse é ano de eleição e o que vejo elas ruas é sujeira, poluição visual... Tudo para influenciar as pessoas com propostas incríveis que o povo não pensa que é quase impossível de se concretizar.

O foco das propagandas políticas já não é mais expor as coisas boas que poderíam ser feitas, mas sim as coisas ruins que fulano de tal fez.

Lembro que quando eu era criança, há muito tempo atrás...(tá, nem tanto tempo ssim rsrsrs) os candidatos não ficavam atacando os concorrentes. Naquela época a preocupação maior era cada um mostrar seu potencial e não destruir o outro com calúnias (ou verdades).

Já tenho meus candidatos, que nem vou mencionar, pois, não é a intenção fazer apologia a ninguém, também não sei se fiz a escolha certa. Só sei que, essas primeiras impressões me fazem ficar na dúvida e ter dois coração com relação a voltar a morar aqui.

Minha cidade linda que tanto amo não evoluiu e agora ando mais insegura do que nunca nas ruas ou de carro. Dois corações, muitas alegrias e muito suor virá independente da decisão. Mas por ora é férias, então vamos aproveitar 'morar' por aqui, mesmo que por três semanas.

22 de set de 2010

se o coração foi ferido, sem pânico, para isso existe band-aid!

para que tanto alarde né, afinal, pra tudo na vida tem conserto.
não há porque criar uma tempestade em copo d'água, tudo é uma questão de ponto de vista. e o meu, óbvio, é sempre diferente
não que eu queira ser do contra (ou que goste), mas é da minha natureza ser assim.
acho uma grande bobagem dizer que as pessoas tem defeitos
elas não tem defeitos não... nós é que somos burros o suficiente para esperar que elas façam o que gostaríamos que fizessem.
nós é que esperamos que todos sejam como nós, mesmo gostos, mesmas habilidades e mesma (im)paciência .

esperar, esperar e esperar... essa é (além de lei da vida) a pior coisa do mundo!

a gente vive esperando uma resposta, uma atitude, um gesto de amor, uma palavra de conforto e isso é tudo coisa da nossa cabeça.
não há porque esperar isso de alguém, a pessoa não fará nada disso, a não ser que seja pai, mãe ou amigo/irmão!
por isso, sigamos cultivando as amizades, é o melhor a ser feito.
e por essas e outras, estou indo pra casa, onde é o meu lugar, meu recanto, meu conforto, minha paz!

20 de set de 2010


odeio materialistas!
as pessoas estão cada vez mais apegadas às coisas materiais e supérfluas ou é impressão minha?
não acredito que uma pessoa possa ter mais cuidado com seus bens do que com seus amigos e familiares.
quem nunca ouviu a frase "não mexe em nada", "cuidado pra não quebrar", "não se m-o-v-a!", "se quebrar paga"...
mas o que é isso minha gente? ninguém avisou esse povo que caixão não tem gaveta e que eles não vão levar nada junto quando morrerem?
já vi de tudo, gente que não empresta nada, gente que só junta grana mas não gasta, gente que compra muitas roupas e sapatos mas não usa para não "gastar", gente que pede emprestado para não correr o risco de estragar suas próprias coisas usando... aff

faça-me o favor né!

essas pessoas acham muito bom quando eu/você emprestamos algo, porque sempre dizemos sim, afinal, não somos egoístas... mas quando a gente pede algo, é um drama, mil e uma recomendações e bla bla bla mesmo sendo um simples dvd pirata que você vai assistir e devolver em duas horas.
parece que tudo é baseado em dinheiro. o mundo é muito mais que isso
de que adianta ter grana, objetos de valor, tecnologia de última geração se não é para desfrutar de maneira saudável e sim tornando-se avarento?
espero que essas pessoas sejam felizes abraçando seus computadores, conversando com seus joguinhos eletrônicos ou batendo um papo com o carrão do ano... porque com certeza esses serão os únicos amigos desses seres solitários.

19 de set de 2010

arrumar mala é sempre bom, sinal de quem uma viagem vem por aí...
o problema é quando vou viajar para longe e por um longo tempo
percebi agora que TODAS as minhas roupas estão sujas...
começo a maratona hoje: lavar, secar e arrumar tudo
e o casamento??? tenho que comprar vestido, sapato, bolsa...
(não, ainda não é o meu casamento)

será que dou conta de tudo até quinta?

17 de set de 2010

às 9h acorda, meio cansada, meio de ressaca (mesmo não tendo bebido nada), toma café e vai trabalhar (isso quando não acorda atrasadérrima, só joga um iogurte na bolsa e sai correndo).
trabalha trabalha e trabalha e se estressa com a gerente insuportável e sai do trabalho frustrada querendo nunca mais voltar.
sai correndo e vai para o outro trabalho. no meio do caminho o ônibus quebra (sim, quem disse que os ônibus da europa são perfeitos está enganado) aí começa a chover, afinal se não chover não é dublin. chega no segundo emprego ensopada literalmente, aí 5 minutos depois abre um sol coisa mais linda saco
enfim, trabalha, trabalha e sai correndo de novo. passa no mercado e finalmente chega em casa
opa, "hora de descansar" pensa ela... que nada!
lava roupa, faz janta, arruma as coisas para o dia seguinte, pensa em arrumar as malas afinal falta pouco tempo para a viagem e muito trabalho pela frente
vê o computador, pensa em escrever algo que preste mas o cansaço é grande
ok, 22h da noite, acho que é a melhor hora de limpar o banheiro, afinal todos já tomaram banho, ninguém vai fazer estardalhaço lá
meia noite, bora dormir? não, tens que falar com o povo do brasil

por que ninguém me avisou que brincar de ser independente era tão cansativo?

15 de set de 2010

esses dias estava assistindo um seriado onde o gurizinho falava o tempo todo "irônico", mas o irônico era que ele não sabia o significado dessa palavra. mas falava tanto, que às vezes acertava.


irônico é meu copo preferido
veio comigo da Espanha e que,
por algum motivo especial,
ninguém pegou, ninguém viu
ele criou pernas e fugiu.



talvez tenha ido para o Brasil na minha frente


14 de set de 2010

.
.
.
é na paz do lar que o suco de laranja fica mais gostoso
especialmente com vodka
.
.
.


12 de set de 2010

não gosto quando tenho esses bloqueios criativos. estou há dias com muitas idéias e não consigo escrever. não sei se é por causa da adrenalina de chegar logo no Brasil ou se é falta de paciência mesmo...
mas, então vamos voltar à um assunto que me irrita muito e que desde que joguei ao vento que estou indo ao Brasil apenas pra férias estou carregada das mesmas duas perguntas: "tá grávida?" ou "vai casar?"

vem cá, tenho cara de parideira? tenho cara de quem sabe governar uma família?
não tenho psicológico pra isso não minha gente!

é difícil acreditar que uma mulher goste de ficar sozinha e quere conhecer o mundo sem rabicho pendurado? pois bem, estamos no século XXI e acho isso bem normal...
e querem saber por que quero continuar aqui na Irlanda??? pois bem, saciem a curiosidade: é porque eu gosto! simples assim.
gosto do meu apartamento, dos meus trabalhos (tá, nem tanto), gosto das novas amizades e das coisas novas que descubro a cada dia. gosto das oportunidades de viajar e de me deparar com situações inusitadas; gosto dessa coisa de andar com minhas próprias pernas, fazer o que acho melhor pra mim sem precisar dar satisfações. afinal, ninguém paga minhas contas, nada mais justo que eu tenha as rédeas da minha vida apenas nas minhas mãos.

acho que porque as coisas que eu exponho são apenas "futilidades" como jogar FarmVille ou ouvir musicas bregas faz com que as pessoas imaginem que estou aqui a procura de um marido, um casamento e uma estabilidade no exterior... ai, sou mais que isso.
não preciso ficar dizendo que leio fulano de tal, que fui em tal evento cultural ou que apenas tomei um porre na noite anterior para acreditarem que eu tenho planos para o futuro. tenho planos para o futuro sim, mas esses planos são meus, não preciso ficar contando para todos. e até porque, quem me conhece de verdade, além de saberem desses planos, muitas vezes estão incluídos neles.
me decepciono por ver que algumas pessoas tiram seus próprios atos como sendo meus... sendo que é bem diferente uma coisa da outra...