17 de abr de 2012

e aí que um dia você acorda e se revolta com a mesmisse da vida.
decide que vai mudar tudo. tudo o que está errado, cansado, velho, parado ou em desuso. tudo aquilo que julga estar desbotado, ou rasgado, ou fora de alinhamento. decide que a opinião alhei não serve para nada e que um simples sorriso te impulsiona para o caminho do sucesso.
aí que um dia você decide mudar de namorado, de marido, de carro, de casa, de trabalho, a cor de cabelo, as rotinas alimentares e o esmalte das unhas.
decide que vai dar a cara a tapa, que vai secar as lágrimas e nunca mais deixar acontecer.
acontece que nem sempre mudancas sao boas. tambem nem sempre sao ruins, as vezes dao certo, as vezes nao.
eu mudei, e muito nesses 2 anos e meio de irlanda. mudei defeitos, mudei qualidades. mudei cabelo, maneira de vestir, visao de mundo, conceitos e de casa. quatro vezes para ser mais especifica.
e mudarei de novo e de novo ate um dia encontrar meu canto ideal, ou achar que chega de mudancas.