21 de mar de 2012


há marcas que nos definem e que estão espalhadas por todas as partes. marcas amargas, cicatrizes doloridas e sofridas que nos remetem a algo ruim, ou um fardo retirado. as cicatrizes de uma infância travessa ou de uma adolescência conturbada.


as marcas de furos pelo corpo, piercings abandonados com o passar dos anos, os buracos abertos tentando fechar sem êxito. tatuagens mal desenhadas, desbotadas, com desenhos sem sentido feitas em um surto de rebeldia. desenhos que estampam partes do corpo onde queríamos ter algo diferente, ou simplesmente nada.  ou desenhos absolutamente perfeitos que mostram a coragem de ser o que é.

as marcas de biquine de quem não vive sem sol, de calor - humano ou não - aquela cor do pecado sendo realçada algumas vezes por ano, por prazer ou vaidade. aquelas marcas que nunca somem, que nunca se perdem, que nunca empalidessem ou perdem a graça. 

marcas inconscientes. de amores vividos, ressentimentos omitidos e feridas abertas a céu aberto. o vento forte que abre mais o burado descoberto, de marcas ardidas que não se quer sentir. as marcas amorosas bem aproveitadas, as músicas e cores que marcam uma época. os cortes das saias que contam um pouco do poder feminino, as marcas amarrotadas das roupas do amantes, as marcas de uma guerra de cores no branco, as marcas de caneta borrada em um diário velho abandonado e as marcas de tomate em uma parede limpa na tentativa de um jantar romântico.

as marcas de uma noite mal dormida, de uma noite não dormida ou de anos que se passaram rápido demais. as marcas da idade. as que fizeram história e as que ainda fazem. as marcas para contar.

marcas de vinho no tapete, os arranhões nas costas, nas coxas, nos braços, fazendo juz à intensidade de seja lá o que for. as marcas de uma freiada, uma direção desnorteada de um corpo, mente ou alma. 

dessas marcas que aparecem todos os dias... algumas - com sorte - nunca serão esquecidas. 
as tuas... tempo.

Um comentário:

Rosa Veiga disse...

Aqui tem muitas marcas tuas.
marcas do teu sorriso, marcas das tuas roupas, marcas da tua alegria, marcas das coisas que tu não queria...
Mas todas essas marcas é tua história que se contou ao longo dos anos, é tua impressão digital na minha vida, no meu coração, na minha própria história...
São marcas que eu nunca vou deixar apagar... por que essas marcas são VOCÊ!!!

I love you darling...
Mamis