15 de jun de 2009

Ô gente complicada, gente amiga.
Com tanta confusão e nostalgina à minha volta preciso ser forte para não cair em tentação e querer sair correndo no meio do expediente e gritar por liberdade.
Mas e se eu fizer isso, e daí? O que tem de mais?
Valores... Princípios... ah, é verdade!
Pois bem, onde ficam meus valores, princípios e costumes? Desconfio que algumas coisas não se enquadram muito bem com o que me rodeia.
Eu bem que brigo para manter a personalidade, mas que vem perdendo forças cada vez que a vida resolve sem aspectos de culpa ir contra mim.

Eu heim, sai pra lá urucubaca, sai pra lá olho gordo, sai pra lá coisa ruim!!!
Eu não mais sou fraca, dou a volta por cima com muitas 'plumas e poaetês', como diz o Bi, minha eterna fábrica de sorrisos.
Já procurei psicólogo, já tomei remédio, já fui às compras e tomei sorvete com calda.
Ir à missa não me passou pela cabeça, muito menos tomar banho de rio no inverno para ver se congela.
Pra dar aquela desopilada e esquecer um pouco da vidinha mais ou menos (não que seja mais ou menos, mas sempre insistimos em reclamar de algo) o bom mesmo é correr na chuva, deitar na grana, pegar um sol.
Melhor ainda é se isso for com amigos, aqueles seres estranhos que convivem comigo e que me acham igualmente estranha, mas que sozinhos não conseguimos viver.
Perfeito seria se fosse com o principe encantado... Mas como principes não existem, sigo meu caminho às vezes sozinha, às vezes com os amigos...


"E o pior de toda a situação é presenciar esse ser estranho acostumando-se com a acomodação".

Melhor tomar um trago =/

Nenhum comentário: