13 de ago de 2009


amar é como abraçar o vento

o ar passar por ti com fúria

assopra suspiros e desejos

logo em seguida vai embora

e tu nunca mais voltas ao normal

Nenhum comentário: