7 de jan de 2010

Realmente a felicidade de poucos pode ser a desgraça de muitos!


Hoje nevou de verdade em Dublin, muita muita muita neve, de balde praticamente.

Para a minha felicidade, eu estava de folga do trabalho e na rua quando tudo começou...

Primeiro uns flocos tímidos, depois foi aumentando, parecia chuva; mas era ela, a linda e branca neve.

Foi o momento de fotos e filmagens, uma felicidade inexplicável, até que... Putz, molhei os pés.

Passei o dia passeando e escorregando na neve, gelada e pensando de onde eu tirei essa de gostar de frio. E para não perder o costume, dois tombos, porque só caio se for para cair duas vezes.

Quando eu já estava irritada e pedindo a São Pedro que parasse com a bendita neve, resolvi ir embora.

Passei no Londis, comprei umas cervejas e fiquei paradinha esperando o trem... Mas que trem?

A cidade literalmente parou por causa da neve!

Os carros em lentas aceleradas, sem ônibus, sem trem e as pessoas voltando para casa no final do dia como podiam: a pé, de bicicleta, deslizando e tentando não cair.

Depois disso, a cidade dormiu branca e acordou gelada, esperando pelos próximos flocos.

Nenhum comentário: