18 de out de 2010

o bom filho a casa torna...
o problema é que não sei se fui boa filha quando volei para casa no brasil ou se sou boa agora que voltei para a casa de dublin. acho que perdi um pouco da noção do que é "casa"...
3 semanas atráz eu dizia que estava indo para casa, mas agora eu disse o mesmo
afinal, qual delas é minha casa realmente?
e as coisas que deixei lá, deixei em "casa" ou simplesmente desapeguei e deixei para trás?

difícil mensurar a grandesa das coisas, a importância de cada lugar na minha vida
mais difícil ainda é tentar explicar com palavras esse sentimnento de querer vir, mesmo querendo ficar.
chorar de alegria e tristeza ao mesmo tempo. sem identificar qual sentimento é mais forte,
abrindo mão de algumas pessoas e coisas para correr atrás de um objetivo que nem sei se será alcançado.

escolhas e renúncias, uma coisa que nunca vou entender e nem conseguir expor

Um comentário:

Renata Bennech disse...

tE ENTENDO, SINTO O MESMO!!!!
aCHO QUE È UM POUCO DE TUDO, TANTO O QUE DEIXASTES PRA TRAS, QUANTO O QUE VAI ACONTECER....mAS NO FIM, TUDO DÀ CERTO! pODE TER CERTEZA!