25 de jan de 2011


em meio conversas (como sempre) me dei conta de que tenho feito algo aqui com prazer, algo que não fazia em porto, nem com prazer nem com desprazer, simplesmente não fazia: ir ao mercado.
é engraçado como a gente muda sem perceber, não é?
estava no mercado domingo - me divertindo diga-se de passagem - escolhendo minhas frutinhas e verdurinhas amadas quando me dei conta do que eu estava fazendo. sim, eu disse me d-i-v-e-r-t-i-n-d-o!
ir ao mercado tem sigo algo extremamente prazeroso (e que dona rosa não leia isso) pois todo dia de mercado era aquela briga para eu não ir. uma choradeira sem fim... que pensávamos não ter fim...
hoje, apesar de não ter carro, ter que carregar uma mochila pesada nas costas e mais umas duas sacolas, caminhar por uns 15 minutos, acho bem interessante ir ao mercado. escolher o que me agrada mais, pesquisar preços, analisar datas de validade, pensar no custo/benefício de cada promoção... encontrar amigos... sim, eu encontro amigos 90% das vezes que vou no mercado!
só tem uma coisa que não gosto: eu sempre esqueço a sacola retornável em casa. ou porque não planejava ir às compras, ou porque entrei para comprar leite e saí com os braços cheios, ou por muitos motivos que prefiro parar por aqui e encurtar o assunto.
e como por aqui eles não distribuem sacolas plásticas como no brasil, ou você paga 22 centavos pelas pequeninas ou 35 centavos por uma grande que dá para usar várias vezes. o problema é que comprar duas dessas sacolas toda semana me dá nos nervos. não só pelos 70 centavos mas porque não tenho espaço mais para colocar tanta sacola em casa. e como se não bastasse, minhas flatmates tem o mesmo problema que eu - o esquecimento.
mas, outra grande diferença que me deixa bem contente é que aqui você não vê carrinhos espalhados por todos os cantos, atrapalhando o fluxo dos corredores ou a sua saída pela porta principal. você precisa colocar uma moeda (varia de 50 centavos a 2 euros) em um buraquinho no carrinho para poder usá-lo. quando termina-se de fazer as compras, coloca-se o carrinho no lugar e pega a moeda de volta. simples né?
nem sempre, às vezes não temos moedas...

Nenhum comentário: