29 de jan de 2012

e tem aqueles dias cinzas e chuvosos intermináveis na minha amada ou nem tanto irlanda. dias que não parecem dias, mas sim noites eternas e molhadas. acordei e estava escuro. barulho de chuva em uma sacada que não é minha. sentada na sala, tomando um chimarrão, consegui ver porto alegre em seus dias tristes... domingos depressivos que parecem estar ali apenas para atordoar as almas perdidas que vagam sem rumo na ilha verde. e o rumo de hoje, foi o de casa.


Nenhum comentário: