4 de jan de 2012


a gente cansa de dizer que se expressar em inglês não é a mesma coisa. não nos fazemos entendidos, por maior que sejam os esforços. a começar pela saudade. sem explicação do que é saudade, de como dói e em que momento sentimos. e embora o objetivo seja sempre aperfeiçoar o inglês, a saudade de uma boa leitura em português faz falta. e as encomendas do país já tropical foram feitas.

quem tiver uma boa dica, mande-a. com marcador de páginas também, ok?

Nenhum comentário: