24 de mai de 2012

para ler ao som de never let me go: http://migre.me/9d4W6


relutei por muito tempo, escondi de todos e tentei esconder de mim mesma. aquele amor guardado por tantos anos hoje resolveu vazar por meus poros sem controle algum. não consegui mais suportar sua falta. essa ausência e silêncio me consumiam dia após dia. que dor! mas não consegui barrar tamanha felicidade. dei um grito sublime e deixei-me apaixonar. foi impossível ignorar tamanho arrepio ao vê-lo pela manhã. minhas pernas tremiam. minhas mãos suavam. ele, quando me olhou, iluminou todo meu rosto, colocando vida em minha face cansada. pulei da cama para me jogar em seus braços com a vontade de nunca mais sair. corri para rua. pés descalços pisando na grama fresca. os pássaros cantarolavam no meu ouvido melodias de amor com um pio suave que enfraquecia a alma até mesmo dos mais brutos. fiquei ali sentada admirando seu brilho, seu calor, sua cor dourada do pecado. aquele momento era meu, só meu. e ficará para sempre na minha memória. bem vindo meu sol.

Um comentário:

Mr. Lemos disse...

Hehe! Boa! Aproveita, porque nosso verão de uma semana já vai acabar... ;)
bjos