5 de ago de 2010

como a vida nos prega peças confusas...

há 10 meses tudo era tão diferente
saí do Brasil com a idéia que aqui na Irlanda tudo ia ser maravilhoso
mas cheguei perdida, me sentindo sozinha, vulnerável às coisas ruins
aí tudo foi melhorando, e depois piorando; melhorando e piorando de novo
agora está bom, mas não é a mesma coisa, é completamente diferente
não tenho mais a rotina de aula, nem de procurar emprego
não convivo mais com as mesmas pessoas, tudo tomou um rumo imprevisto e fugiu totalmente o controle
não só o meu controle, mas também das pessoas que eram próximas
o próximo virou distante e o distante... ah, vice-versa
tudo muda todos os dias e isso dá um nó infinito na cabeça
mas a pensar em certas coisas do início, dá boas lembranças...
boas risadas e algumas coisas que ficarão para sempre no coração
ressentimentos a parte, sinto falta de muita gente
que por algum motivo maior, hoje decidi trazer de volta pra perto
afinal, o mundo gira e quem passou por mim antes, pode passar de novo...




Um comentário:

Sávio disse...

Interessante seu post, Cris. Fez-me pensar cada vez mais no que eu acho que é exatamente isso que pode acontecer quando eu também estiver aí e acho que é isso que mais dá ansiedade, medo, enfim...
Excelente a forma como você expressou porque é algo confuso, que se explica por uma fase de mudanças muito grandes. Meus melhores amigos estão ficando, outros já embarcaram para outros países com o mesmo objetivo e o que fica são lembranças e depois tudo mudará, nós mudaremos, quem ficou muda. O tempo não para e só depois que o relógio dá muitas voltas e olhamos para trás é que percebemos o turbilhão em que estamos. Mas faz parte da vida e é quando temos que fazer o que você escreveu "trazer de volta pra perto".