5 de ago de 2010

conhecem aquela frase que diz que devemos ser como a rocha que a tudo resiste e não como o mar que tudo destrói?


pois bem, mais uma vez eu discordo (sim, sou do contra mesmo!)
não quero destruir nada, tão pouco resistir a tudo...

rochas resistem ao amor...
quero ser gaivota, livre
que convive em harmonia com rocha e mar, amando...

e a coisa que eu gosto muito é amar. amar família, amigos, rocha, mar...
só amar por amar, pra ser mais feliz e tornar os dias mais coloridos



Um comentário:

tai disse...

Já virou rotina há tempos...ler vc todos os dias! Me identifico com algo quase sempre...

(sim, sou do contra mesmo!) haha.